loader image

Identificação

O adulto da espécie é um besouros pequeno, mede 2,5 mm de comprimento aproximadamente. Possui antenas alongadas e corpo achatado de coloração marrom-avermelhado-pálido. A cabeça e o protórax são grandes, representando juntos quase metade do tamanho total do corpo, são também quase tão largos quanto o Élitro. As larvas são de coloração amarelada, delgadas e compridas com a cabeça marrom. No último seguimento abdominal, possui uma bifurcação de coloração escura. Têm um tamanho que varia de 1 a 4 mm de comprimento.

Bioecologia

É uma praga comum de produtos armazenados. As larvas alimentam-se de grãos que já foram danificadas posteriormente. Ataca diversos tipos de grãos e farinhas e também frutas secas, nozes, tortas e outros produtos. Preferem locais com alta umidade e que já haja outras pragas atacando o produto armazenado. Pode ser encontrada em moinhos e maquinários com restos de moagem. A fêmea coloca os ovos aleatoriamente sobre fissuras e pontos quebrados dos grãos. Cada fêmea coloca entre 300 e 400 ovos durante o período de oviposição. Após a eclosão, as larvas procuram alimento, preferindo o germe do grão. Quando as larvas completam seu desenvolvimento, tecem um casulo para empupar. A espécie não consegue sobreviver em condições de umidade abaixo de 50%, necessitando de locais úmidos para sobreviver. Adultos vivem de 6 a 9 meses. A presença da praga indica alta umidade e temperatura e também a presença de outras pragas, sejam insetos ou fungos.